O atraso no cinema compensado na TV



Se a DC Comics está correndo contra o tempo para competir com a Marvel nos cinemas, visto que o filme da Liga da Justiça é previsto só para depois de 2016, na TV ela já caminha a passos largos. Desde Smallville, que foi ao ar de 2001 a 2011 e agora com Arrow. A série do Arqueiro Verde vem fazendo muito sucesso e é um dos principais programas do canal norte-americano The CW. A série aborda os 5 anos que Oliver Queen viveu na ilha que o transformou no herói e a sua volta a Sartling City (sim, é Starling City e não Star City como nas hq’s) para combater o crime na cidade. Como o Arqueiro Verde não tem super poderes, Arrow tem um tom mais realista, focado em batalhas corporais e na agilidade do arqueiro com seu arco e flecha. Além disso, o drama da série vem se mostrando muito bom e não fica “aleatório” ao enredo principal. Outro aspecto que sempre agrada aos fãs é a adaptação de mais personagens das hq’s para TV. Em Arrow, além do próprio Arqueiro Verde, temos Exterminador, Anthony Ivo, Tigre de Bronze, Canário Negro, entre outros. E mais recentemente Barry Allen. Isso mesmo, o The Flash. Ele foi introduzido na série para que sua aceitação com o público fosse avaliada, e já tem uma série própria encomendada pelo canal.



Enquanto a DC Comics se estabelece na TV, a Marvel (já consagrada nos cinemas) tenta chegar no mundo dos seriados com Agents Of S.H.I.E.L.D. O episódio piloto teve grande audiência na TV americana, o que não se confirmou no restante da temporada. 

Em meio a isso, no dia da estreia de Agents Of S.H.I.E.L.D a Warner Bross anunciou mais uma série baseada em quadrinhos da DC: Gotham. E o protagonista não será o Batman, e sim James Gordon, que será interpretado por Ben McKenzie (o Ryan, de The O.C). Gotham abordará o início da carreira de Gordon, ainda como detetive na cidade, e a infância do recém órfão Bruce Wayne. Enfim, é difícil pensarmos que uma série que aborda o universo do Homem Morcego possa dar errado, e é por isso que a DC Comics compensa o tempo perdido no cinema com seriados de grande audiência e qualidade na televisão.


Comentários